• Facebook
  • Instagram
  • | Frete Grátis para compras acima de R$ 149 p/ Sul + Sudeste e acima 249,90 p/ Nordeste|
  • Troca Fácil |
  • Parcelamento Em até 12x no cartão
0
Seu carrinho está vazio :(

Bebês

Bolsa Maternidade - Saiba Como Prepará-la

Publicado em 27.07.2021 |
22 visualizações


O momento da chegada do bebê está cada vez mais próximo e você está cuidando de todos os preparativos para este acontecimento. Porém, a bolsa maternidade já está arrumada? Ainda não? Então, você precisa ler este artigo.

Ao dedicar tempo para preparar essa mala, você viverá um misto de emoções. Além da ansiedade de ter o bebê nos braços e do medo das responsabilidades que estão por vir, você sentirá uma felicidade imensurável.


O que é a bolsa maternidade?
Quando o momento do parto está se aproximando, os pais precisam estar com todos os preparativos em dia. Neste sentido, a bolsa maternidade é um dos itens de maior importância, pois contém todos os objetos essenciais para os primeiros dias de vida do bebê e para a mãe.

Por isso, é fundamental prepará-la antes que as primeiras contrações cheguem e com a antecipação necessária. Assim, será possível listar todos os itens essenciais para o internamento e evitar surpresas desagradáveis.


O que levar?
Geralmente, o período de internação hospitalar leva cerca de dois a quatro dias. Assim, a preparação da mala deve considerar este tempo fora de casa. Ao mesmo tempo, ela não precisa ser muito complexa e nem muito grande.

Dessa forma, limite-se a uma lista básica de itens indispensáveis para o bebê e para a mamãe. Por outro lado, evite itens de decoração, roupas de cama e peças de vestuário para passeio, especialmente aquelas com zíper ou velcro.


Itens essenciais para as mães
A bolsa maternidade precisa contemplar as necessidades da mulher, oferecendo o mínimo de conforto no tempo em que permanecer internada. Neste sentido, não deixe de inserir os seguintes itens:

● higiene pessoal: é fundamental separar espaço para as escovas de dente, pasta dental, toalhas de corpo e rosto, desodorante, absorventes, se a mamãe sentir a necessidade, acessórios de maquiagem;
● vestimentas: os pijamas costumam ser a opção mais confortável e versátil. Considerando o internamento, recomenda-se separar entre 3 e 4 peças. Além disso, todas as roupas precisam ser práticas, sem renda ou costuras que possam irritar a pele do bebê e que facilitem a amamentação;
● roupas íntimas: em função dos sangramentos pós-parto, é essencial levar, pelo menos, seis calcinhas, além de meias confortáveis que garantam o aquecimento dos pés. Outro item básico são os chinelos;
● acessórios para amamentação: para que a amamentação no período de internação seja tranquila, não deixe de levar conchas e absorventes para os seios, extensores de sutiã e pomadas cicatrizantes prescritas pelo médico;
● documentos dos pais: não se esqueça de levar a documentação básica dos pais, como RG, CPF e carteirinha do plano de saúde. Outros documentos importantes são: solicitação médica do seu obstetra para internação, cartão pré-natal ou resultados de exames realizados pela mãe, guia de internação ou senha de autorização do convênio e telefone do seu pediatra.
Itens essenciais para o bebê
A mala maternidade precisa garantir que o recém-nascido fique confortável, limpo e aquecido. Ainda que o seu corpo seja quente, os bebês têm maior dificuldade para controlar o calor corporal, sendo mais propensos à hipotermia.

Durante os 2 ou 3 dias de permanência da criança na maternidade, pode ser necessário ocorrer quatro ou mais trocas de roupas. Então, separe, em média, 4 opções para cada tipo de vestimenta (macacõesbodies e calças).

Além disso, para facilitar o trabalho das enfermeiras, organize o look do dia em saquinhos específicos. A depende da estação do ano, separe duas mantas e cobertores. No que se refere aos itens de higiene, leve paninhos de boca, sabonete líquido especial para bebês, toalhas de banho e itens de higiene para bebês.

Da mesma forma, não se esqueça de complementar a bolsa maternidade com álcool 70%, lenços umedecidos hipoalérgicos, pomada antiassaduras, saco para roupas sujas, dois cueiros e um trocador. 

Enfim, como você pode perceber, a bolsa maternidade é um item indispensável. Porém, ela deve ser organizada com a antecedência necessária. O ideal é prepará-la a partir da 32ª semana de gestação.

Então, se você está vivendo esse momento mágico e ainda não preparou a sua mala, acesse o site da Pêpézinha e encontre diferentes opções de vestimenta para o seu bebê e também para os pais.

E você, gostou desse conteúdo? Neste blog, você encontrará diversos artigos sobre assuntos comuns ao dia-a-dia das mães, dos papais e das crianças. Aproveite e nos siga no Instagram e no Facebook.